quinta-feira, 25 de abril de 2019

O ciclone Kenneth ja esta em Cabo Delgado veja os efeitos



O ciclone Kenneth continua a caminho da costa de quinta-feira à tarde na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê que o centro do ciclone faça terra entre os distritos de Macomia e Mocimboa da Praia. O ciclone trará ventos de 180 quilômetros por hora e rajadas de 200 quilômetros por hora. Isto é o mesmo que a velocidade do vento do ciclone Idai que atingiu o centro de Moçambique em 14 de março.




À medida que a tempestade se aproxima, os voos de e para o aeroporto na capital da província, Pemba, foram cancelados.
A Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos (DNGRH) alertou que fará descargas da barragem de Chipembe, a fim de salvaguardar a integridade da estrutura da barragem. 

A inundação esperada afectará várias aldeias nos distritos de Ancuabe, Montepuez, Meluco e Quissanga. O DNGRH recomendou a retirada imediata dos habitantes dessas aldeias para terrenos mais altos.




A agência de ajuda moçambicana, o Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGC), adverte que o ciclone pode afectar mais de 400.000 pessoas na província vizinha de Nampula. O delegado provincial do INGC, Alberto Armando, disse à AIM que o INGC está a posicionar antecipadamente os materiais de socorro para as áreas que poderão ser mais gravemente atingidas.




A maioria das pessoas em risco vive perto do porto de Nacala, que é notoriamente vulnerável a inundações e erosão. O INGC já identificou salas de aula e outros locais seguros onde, se necessário, as pessoas podem se abrigar do ciclone.









adsense aqui
Adsense aqui


EmoticonEmoticon