quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Nova acusação dos EUA considera que a reestruturação da divida faz parte da fraude



Nova acusação dos EUA considera que a reestruturação da divida faz parte da fraude. 

Novas informações avançadas pelo jornal o Canal de Moçambique, Revelam que no dia 16 de Agosto, o departamento de justiça dos EUA apresentou uma emenda a sua primeira acusação para contrapor as declarações de Jean Boustani. No documento, de 49 paginas, a justiça dos EUA diz que a reestruturação da divida foi apresentada a Adriano Maleiane, que também jurou guardar o segredo. 

Segundo o canal de Moçambique, o ministério das finanças aceitou a recomendação dos conspiradores, tanto mais que contratou o “Credt Cuisse´para conduzir a reestruturação e a conversão. Mais ainda, Maleane aceitou contratar a “palomar”, empresa ligada a “Privinvest”, onde Andrew Pearse, o burlão neozelandês , trabalhava, ao mesmo tempo que trabalhava no “credit suisse” como consultor da operação da conversão. Ou seja, no fundo os caloteiros é que aconselharam Maleiane sobre o que fazer, e Maleiane obedeceu.

adsense aqui
Adsense aqui


EmoticonEmoticon