domingo, 29 de setembro de 2019

Quase mataram Daviz Simango em Gaza, tentando fazer a sua campanha eleitoral, e a policia foi a protagonista desta acção


Daviz Simango enfrenta barreiras para trabalhar em Gaza
Ontem foi preciso empurrar um camião que barrava o acesso ao mercado de Xai-Xai para ter acesso ao interior do mesmo. E a caminho de Mandlakazi a caravana foi encurralada por viaturas da Frelimo. Neste caso depois de algum confronto físico e verbal, a polícia teve que intervir para repor a ordem.

"Eles sabiam da nossa rota e se programaram para nos bloquear. No mercado de Xai-Xai a Frelimo colocou um camião para impedir a nossa entrada. Tivemos que empurrar o camião para conseguirmos entrar e fazer campanha", disse um oficial de comunicação do MDM que fazia parte da caravana.

"Quando iamos a Mandlakazi tinham uns carros da Frelimo parados num cruzamento. Quando entramos numa picada em terra batida eles passaram a nos seguir. Afinal lá a frente tinham outros carros deles que haviam barrado a estrada. Um dos carros que vinha de atrás tentou encostar o carro que vinha o presidente. Foi preciso uma confusão para sairmos daquela situação. Estavamos bloqueados".
A polícia que estava distante da caravana se fez ao local da confusão minutos depois e repôs a ordem.
Hoje Daviz Simango trabalha em Chokwe e na Macia.

adsense aqui
Adsense aqui


EmoticonEmoticon