quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

LAM agrava tarifas de voos domésticos

Viajar em voos das Linhas Aéreas de Moçambique ficou mais caro, as tarifas aumentaram em 100% neste mês de Dezembro. A Direcção-Geral da companhia confirma o agravamento e explica que a medida não abrange todas classes.

A ligação doméstica dos voos das Linhas Aéreas de Moçambique a partir dos aeroportos de Maputo, Beira e Nampula sofreu um agravamento das tarifas no dia 02 de Dezembro.
“O aumento das tarifas é de 100% impossibilitando viajar dentro do nosso próprio país. Queremos recordar a V. Excias que não é seguro viajar via terrestre devido aos ataques armados”, refere uma carta enviada por passageiros anónimos ao Ministério dos Transportes e Comunicações, a que "O País" teve acesso.
Segundo a nova tabela, a ligação Maputo-Nampula só no percurso de ida custa 14.623 meticais, Maputo-Lichinga (14.973 meticais), Maputo-Tete (15.133 meticais), Maputo-Pemba (16.013 meticais), Maputo–Quelimane (15.643 meticais), Maputo-Inhambane (11.533 meticais), Maputo-Vilanculo (13.653 meticais), Maputo-Chimoio (13.743 meticais), Maputo-Nacala (14.923 meticais).
Já a partir do aeroporto da capital de Sofala, a tarifa do voo Beira-Nampula aumentou para 14.573 meticais, Beira-Maputo (13.123 meticais), Beira-Tete (12.273 meticais), Beira-Quelimane (11.703 meticais) e Beira-Pemba (16.943 meticais).
A partir do norte, a ligação Nampula-Nacala custa actualmente 9.323 meticais, Nampula-Lichinga (12.893 meticais), Nampula-Maputo (14.623 meticais), Nampula-Pemba (11.703 meticais), Nampula-Quelimane (12.203 meticais), Nampula-Tete (14.573 meticais) e Nampula-Beira (14.573 meticais).
Contactada pelo “O País”, a Direcção-Geral da LAM confirma o agravamento das tarifas, mas esclarece que a medida não abrange todas classes e remeteu mais esclarecimento ao longo da tarde desta segunda-feira.

adsense aqui
Adsense aqui